All for Joomla All for Webmasters
The cart is empty
The cart is empty

DEPUTADO ESTADUAL SP

ADEMIR DA GUIA

Compromisso com o esporte, inclusão social e o idoso.
Ademir da Guia é um ex-futebolista brasileiro, considerado pela torcida e pela imprensa o maior ídolo da história do Palmeiras, no qual foi titular absoluto por mais de dezesseis anos, durante a época da chamada "Academia", onde era o craque e a figura central. É o jogador que mais vezes vestiu a camisa alviverde em todos os tempos: 901 jogos. É também classificado pela crítica especializada como um dos melhores jogadores do futebol brasileiro de todos os tempos. Pela classe com que jogava, herdou parte do apelido de seu pai, Domingos da Guia, o "Divino Mestre" e passou a ser chamado de "Divino". Agora, como candidato a Deputado Estadua, o craque vai lutar por mais esportes, inclusão social e pelos direitos do idoso.

FALA ADEMIR

O ESPORTE

Meu projeto para área esportiva é a criação o fomento de Centros de Formação de Atletas por todo o Estado de São Paulo. Mais do que ninguém, sei a importância que a prática esportiva tem na formação do caráter, no fortalecimento do corpo e na construção do equilíbrio mental e espiritual. 

Futebolista, construí minha vida nos gramados e devo ao futebol tudo que sou hoje. Não sem antes ter nadado nas piscinas de varias cidades defendendo as cores do Bangu, onde me sagrei campeão também nessa prática esportiva, Portanto, posso afirmar sem medo de errar, que qualquer que seja o esporte de sua preferência, ele pode mudar vidas.

Dessa forma a construção e proliferação de Centros Esportivos em todas as cidades do interior e nos bairros mais distantes da capital e dos grandes centros populacionais, é prioridade em meu mandato. 

O que temos hoje é a escassez desses polos esportivos e os que existem, estão abandonados a própria sorte, se não conseguem verbas da iniciativa privada para sua manutenção ficam relegados a segundo ou terceiro plano nas estratégias governamentais. Em meu mandato, a construção e a manutenção desses centros Esportivos, voltados a várias modalidades com maior ênfase no Futebol será priorizada, até por entender que esses Centros são um local de lazer para toda a família.

Além de viabilizar, e contribuir com projetos de lei que visem dar incentivo a esses polos esportivos, a fiscalização dos atos do governo do estado no que tange ao setor esportivo, evitando a fraude e a corrupção que desvia verbas que seriam necessárias para o setor e com isso mantém nossos jovens reféns das drogas e da criminalidade, será prioritária.

Basicamente o dever de qualquer deputado estadual é o de legislar, ou seja, fazer leis, e o de fiscalizar, podendo, contudo contribuir com verbas destinadas para essa finalidade a pedido do mandato, que vem do governo do estado, ou seja, saem do bolso de nossos contribuintes, vocês, com a finalidade de trazer mais qualidade de vida e prover um ambiente mais sadio e seguro para nossas crianças e jovens.

INCLUSÃO SOCIAL

Quando se trata de Inserção Social nos transportamos para um verdadeiro universo. E a pergunta que fica é: de que forma de “inserção Social” estamos falando. A de crianças e jovens carentes, a de adultos com condições de vida precária, a de idosos em busca de dignidade para viverem seus derradeiros anos. Em meu modo de ver, estamos falando da inserção social do ser humano pela transformação das políticas sociais e educativas que acompanham, por sua vez, os novos desafios. Procurando responder a crescente concentração de novos problemas que proporei na Assembleia Estadual de São Paulo em meu mandato leis que possam propiciar mais educação e bem estar a toda população do Estado de São Paulo. Uma delas será a direta e imediata conexão entre os Centros Esportivos cuja criação e manutenção incentivarei em todo o Estado, com as escolas estaduais e municipais. Todo aluno que comprovar frequência e bom desempenho na escola poderá, junto com seus familiares, desfrutar de livre acesso as dependências desses núcleos esportivos e fazer cursos, como escola de futebol, masculino e feminino, cursos de natação, Tênis, Voleibol e demais práticas esportivas gratuitamente. Esse será um de meus projetos de lei que pretendo enviar ao governo logo nos meus primeiros dias de mandato. “Escola e esporte para todos”.

Para os mais velhos e os idosos Centros de acolhimento, que hoje já existem, porém não contam com nenhuma lei de amparo para, por exemplo, idosos em situação de rua. Muitas vezes esses idosos vem de uma vida sacrificada de trabalho para criar os filhos que os abandonam e são esquecidos pelo estado. Assim essas casas de acolhimento receberão especial atenção por parte de meu mandato.

A inserção digital e a inovação estarão também entre os projetos de lei que farei no intuito de inserir a todos no século XXI. 

Inserção social em minha visão significa Inteligência Emocional, sem a qual não avançaremos como uma nação preparada para o futuro e sendo São Paulo a locomotiva dessa nação, temos a obrigação de dar o exemplo e liderar o Brasil do futuro, pois como está escrito no Brasão da capital desse grande Estado: “Non Ducor Duco” que significa "Não sou conduzido, conduzo".

O IDOSO

Diz o Artigo 229 da Constituição brasileira: “Os pais têm o dever de assistir, criar e educar os filhos menores, e os filhos maiores têm o dever de ajudar e amparar os pais na velhice, carência ou enfermidade”.

Um verdadeiro hino à família esse artigo da nossa Constituição resume bem o carinho, acolhimento e o cuidado que temos que ter com aqueles que já deram sua parcela de contribuição a nossa sociedade. 

É considerado Idoso nos dias de hoje toda pessoa acima dos 60 anos de idade. Criou-se até um estatuto totalmente voltado aos direitos daqueles com 60 anos ou mais no qual são estabelecidos os direitos dos idosos e são previstas punições a quem os violarem, dando aos idosos uma maior qualidade de vida.

Mas o que vemos são avôs e avós, homens e mulheres abandonados a própria sorte, sem o amparo do governo que tem que perambular pelos inúmeros postos de saúde em busca de condições para sobreviverem, com aposentadorias e pensões que mal dá para comer, em um país que renega toda contribuição que deram durante toda sua vida para manter a ordem e promover o progresso.

Incluo-me entre esses e pelo criador ter me dotado de um talento que é reconhecido por todo aquele que ama o futebol e por esse motivo estar em condição de poder com humildade, lutar por todos que como eu, tem as necessidades impostas pelo passar dos anos. Saúde digna, atendimento privilegiado nos postos e repartições públicas e leis que possam melhorar as condições de vida de uma população que cresce cada vez mais em nosso país e no Estado de São Paulo. Como uma das prioridades de meu mandato o idoso, ao lado da valorização do esporte e da inserção social, receberá a atenção que tanto a constituição quanto o seu estatuto, pregam. Em meu mandato essas proposta para uma vida plena e digna, não serão letra morta.